Sem "efeito sanfona": Sonia Abrão conta como mantém os 20 quilos perdidos

Thamires Andrade
Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/Instagram/soniaabrao

    A foto polêmica exibe os 20 quilos que Sonia eliminou com reeducação alimentar e aplicação de enzimas

    A foto polêmica exibe os 20 quilos que Sonia eliminou com reeducação alimentar e aplicação de enzimas

No ano passado, a apresentadora da Rede TV! Sonia Abrão, 49 anos, causou polêmica ao postar no Instagram, rede de compartilhamento de fotos, uma imagem usando um maiô preto. "Não postei a fotos com esse espírito. Fui convidada para ser capa de uma publicação e eles queriam que eu usasse maiô, então fui pra casa e tirei a foto para ver se tinha coragem", conta, aos risos. A apresentadora não topou sair de maiô na capa da revista, mas a fotografia publicada na rede deu o que falar.

Os 20 quilos a menos exibidos na imagem foram resultado de uma promessa feita durante viagem à Lisboa. "Eu não estava mais cabendo no vídeo e era uma situação ruim até para a minha carreira, pois não podiam me focalizar de lado; isso me deixava travada na televisão", afirma. 

Para emagrecer, Sonia ficou um ano sem comer doces, carboidratos e todos os alimentos que engordam. "Mas depois que a promessa acabou eu voltei a engordar tudo de novo, portanto procurei um endocrinologista para mudar a alimentação e aplicar enzimas localizadas", conta a apresentadora, que reduziu 11 centímetros da região abdominal com as injeções.

Antes disso, ela já tinha experimentado outra dieta restritiva - depois de engordar 22 kg na gravidez. "Não conseguia nem andar de direito, portanto fui no endocrinologista e fiz uma dieta muito séria por 3 meses, também com aplicação de enzimas", afirma ela, que nunca tomou nenhum tipo de remédio para emagrecer. Mas, algum tempo depois, recuperou o peso perdido.

Mudança definitiva

Foi só com uma reeducação alimentar que Sonia perdeu 20 quilos e mantém o mesmo peso há seis anos: 62 quilos distribuídos em 1,67 m. "Hoje troco os doces, que são a minha paixão, por frutas, mas nada é exagerado ou com sacrífico", explica. Mesmo sem gostar de verduras e legumes, ela cortou fast food e passou a acrescentar salada aos pratos. "Os refrigerantes só tomo diet ou zero. Diminui muito a quantidade de açúcar", revela a apresentadora, que eliminou o "efeito sanfona".

Como tem arritmia cardíaca e não pode fazer exercícios físicos, a alimentação da apresentadora é ainda mais determinante para manter a forma. "De manhã tomo um café preto puro, iogurte, pão integral e uma fruta. Também sempre levo bolachinhas salgadas para o trabalho para comer entre as refeições", afirma, ainda que não coma de 3 em 3 horas.

No almoço, arroz, feijão e até massa estão liberados no cardápio, mas sem exageros. "Como tudo o que eu gosto, mas em porções pequenas, não encho mais o prato", ensina. No jantar, Sonia aposta nas sopas, até mesmo quando está calor. "Amo sopa de abóbora e às vezes tomo sopas geladas também. Quando quero diversificar troco por uma vitamina ou uma carne magra, como peixe ou frango", revela a apresentadora, que não come carne vermelha à noite.

Sonia também não descuida da hidratação e toma muita água de coco todos os dias. "Eu odiava, mas agora aceito. É bom porque como no programa tem pouca reportagem externa, eu preciso ficar 100% do tempo falando e beber água de coco me ajuda", revela.

Prestes a completar 50 anos, Sonia não credita à idade a facilidade que tem de engordar. "Acho que meu metabolismo não mudou muito, pois ainda tenho um dia muito corrido, um ritmo de vida bastante alucinante, essa correria ajuda a manter ele acelerado", acredita.

Para ela, o fato de ser sedentária é determinante no acúmulo de gordurinhas. "Quero fazer logo a microcirurgia para poder me exercitar, não só por uma questão estética, mas também para ter fôlego e um corpo mais flexível", justifica.

Últimas de Dieta e Boa Forma

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos